Queridos leitores/seguidores: Fechei o blog não por motivo de manutenção, mas por motivo de dúvida. Não sei o que fazer com ele no momento. Possivelmente eu o excluirei, mas não decidi sobre isso ainda. Pensarei no assunto durante esses dias e irei avisá-los em breve. Caso queiram entrar em contato comigo, visitem meu outro blog: kaze--hikaru.blogspot.com Agradeço as visitas, os convites de parceria que me fizeram e os últimoes comentários. Infelizmente, não serei capaz de respondê-los/retribuí-los no momento, por motivos pessoais. Muitas coisas tem ocorrido comigo ultimamente, e preciso lidar com elas, e manter vários blogs durante esse período da minha vida não é mais possível. Gosto muito de todos vocês, e com certeza sentirei saudades! Um grande abraço, - A Garota da Casa 12

2013: New chances, challenges and hopes!

Tumblr_mfwm9223ca1rr3stto1_500_large
Junto com um novo ano, vem novas promessas, novos planos, novos sonhos, novas metas. Todos desejam Um Feliz 2013, Boas Festas, muita felicidade, paz, amor, realizações... alguns dão graças aos céus pelo ano ter acabado, por um novo ano estar começando, para poder ter uma segunda chance de fazer aquilo que não fez. Outros já planejam onde vão passar o Réveillon meses antes dele chegar, viajam para outros lugares, outros países, gastando uma grana enorme (e até já começam o ano novo no vermelho). 
Mas, acho que, em meio à toda essas comemorações, é necessário se tirar um tempo para refletir em alguns pontos: Todas aquelas promessas que você fez no ano passado, você as cumpriu? Ou só fez só por causa da tradição, ou só como de costume? Você aproveitou cada momento que passou com sua família, com seus amigos, com seus bichinhos, consigo mesmo? Você utilizou o tempo precioso que temos para coisas úteis? Ou muitas vezes desperdiçou-o, achando que sempre terá o suficiente?
Tumblr_mfar4vii1x1rwwtido1_500_large
Sabe, eu comparo o tempo como um caderno escolar de 365 folhas. Cada caderno, um ano. Cada divisória, um mês. Cada página, um dia. Cada linha, uma hora. 
Cada pessoa, é claro, tem uma pilha de cadernos de tamanhos diferentes. Algumas tem muitos, outras tem alguns, outras tem poucos, outras tem apenas algumas folhas e até algumas linhas. Mas, diferentemente de como nós podemos saber quantas folhas ou quantos cadernos nós temos, na vida, ninguém sabe quanto tempo ainda tem. 
Algumas têm décadas. Outras, anos. Algumas, meses. E outras, dias ou horas. 
Para se ter uma ideia de como o ser humano é limitado, nós nem sabemos se vamos estar vivos amanhã. Nem mesmo se daqui a alguns minutos (mesmo que você tenha certeza de que vai viver tudo isso, bem, nunca se sabe se tem um serial killer atrás de você segurando uma faca e dando um sorriso maléfico ~aposto que você se virou para olhar~).
Então neste novo ano, repense nos erros que você cometeu no ano passado. Muitos dizem que não é bom ficar relembrando erros, mas, são com eles que a gente aprende a não tropeçar na mesma pedra de novo. Pense em como pode aproveitar melhor o tempo nesse novo ano. A vida é curta, e deve ser bem vivida, mas não com coisas passageiras.
Paz, alegria, amor, conquistas, realizações e felicidades; por mais que desejadas pelos outros, dependem de você para elas existirem.   
2013 só será um ano melhor, se você fizer dele um ano melhor.
Bem, essas eram as palavras que eu queria dizer...
Um Feliz Ano Novo para todos os meus seguidores e leitores!!
Tumblr_mfwm8s6p141qm9p8no1_500_large
Beijos, Na.

2 comentários :

  1. Na, amei o post *o* Postei ele na página do MT (http://www.facebook.com/blogmagiateen?ref=hl) já que o blog está fechado ^^
    Feliz 2013, amiga :)

    ResponderExcluir
  2. FELIZ 2013 FLOR!
    Tudo de bom!

    Bjs
    justgloss.blogspot.com

    ResponderExcluir

Leia antes de escrever algo:
★ Muito obrigada por comentar ^.^
★ Por favor, seja educado. Nada de xingamentos.
★ Críticas são sempre bem-vindas, desde que construtivas.
★ Aceitamos tags e selinhos que nos interessarem.
★ Deixe o link de se blog! Retribuiremos a visita e o comentário na medida do possível.

 
Layout feito por Lee Juliette | Não retire os créditos